O velho palco permanece frio, silencioso e vazio!

Entra, abre as cortinas e olha em volta.

Todos os atores se foram e com eles, a plateia. As cadeiras se mantém vazias e sobre elas já se acumula a poeira dos tempos.

O antigo teatro foi esquecido, mas aquela que o concebeu vaga por ali vez por outra, ouvindo pelas paredes os ecos de outros tempos, sentindo no coração a emoção de personagens que por ali passaram...

Haverá retorno?

Aos poucos vai imaginando outras apresentações, reescrevendo roteiros, relembrado intérpretes.

Alguém estará disposto a reviver o espetáculo? (Emanuela em 31.01.2012)

 

publicado por emanuela às 13:04 | link do post

Publicado originalmente no dia 01.11.2009

 

COMO EU TE AMO

 

Como se ama o silêncio, a luz, o aroma,

 O orvalho numa flor, nos céus a estrela,

No largo mar a sombra de uma vela,

Que lá na extrema do horizonte assoma;


 Como se ama o clarão da branca lua,

Da noite na mudez os sons da flauta,

As canções saudosíssimas do nauta,

Quando em mole vaivém a nau flutua,


 Como se ama das aves o gemido,

Da noite as sombras e do dia as cores,

Um céu com luzes, um jardim com flores,

 Um canto quase em lágrimas sumido;


 Como se ama o crepúsculo da aurora,

A mansa viração que o bosque ondeia,

O sussurro da fonte que serpeia,

 Uma imagem risonha e sedutora;


 Como se ama o calor e a luz querida,

 A harmonia, o frescor, os sons, os céus,

Silêncio, e cores, e perfume, e vida,

Os pais e a pátria e a virtude e a Deus:


 Assim eu te amo, assim; mais do que podem

 Dizer-to os lábios meus, — mais do que vale

Cantar a voz do trovador cansada:

O que é belo, o que é justo, santo e grande

Amo em ti.

 — Por tudo quanto sofro,

Por quanto já sofri, por quanto ainda

Me resta de sofrer, por tudo eu te amo.

O que espero, cobiço, almejo, ou temo

 De ti, só de ti pende: oh! nunca saibas

Com quanto amor eu te amo, e de que fonte

Tão terna, quanto amarga o vou nutrindo!

Esta oculta paixão, que mal suspeitas,

 Que não vês, não supões, nem te eu revelo,

Só pode no silêncio achar consolo,

Na dor aumento, intérprete nas lágrimas.
De mim não saberás como te adoro;

 Não te direi jamais,

Se te amo, e como, e a quanto extremo chega

Esta paixão voraz!
Se andas, sou o eco dos teus passos;

 Da tua voz, se falas; o murmúrio saudoso que responde

Ao suspiro que exalas.
No odor dos teus perfumes te procuro,

 Tuas pegadas sigo;

Velo teus dias, te acompanho sempre,

E não me vês contigo!
Oculto e ignorado me desvelo

Por ti, que me não vês;

Aliso o teu caminho, esparjo flores,

Onde pisam teus pés.
Mesmo lendo estes versos, que m'inspiras,

— "Não pensa em mim", dirás:

Imagina-o, se o podes, que os meus lábios

 Não to dirão jamais!
Sim, eu te amo; porém nunca

Saberás do meu amor;

 

A minha canção singela

Traiçoeira não revela

 O prêmio santo que anela

O sofrer do trovador!


 Sim, eu te amo; porém nunca

Dos lábios meus saberás,

Que é fundo como a desgraça,

Que o pranto não adelgaça,

 Leve, qual sombra que passa,

Ou como um sonho fugaz!


 Aos meus lábios, aos meus olhos

 Do silêncio imponho a lei;

Mas lá onde a dor se esquece,

 Onde a luz nunca falece,

 Onde o prazer sempre cresce,

 Lá saberás se te amei!


E então dirás: "Objeto Fui de santo e puro amor:

 A sua canção singela; Tudo agora me revela;

 Já sei o prêmio que anela

O sofrer do trovador.


 "Amou-me como se ama a luz querida,

 Como se ama o silêncio, os sons, os céus,

Qual se amam cores e perfume e vida,

 Os pais e a pátria, e a virtude e a Deus!"

( autor: Gonçalves Dias)

 

publicado por emanuela às 00:33 | link do post
sinto-me:
tags: ,

Publicado originalmente no dia 15.11.2007 com o título: Carinhos

 

Recebi da amiga IN MY WAY  estes presentes carinhosos.

 

 

 

 

Sempre que recebo algo assim, reafirma a certeza de que vale a pena estar aqui. Porque sempre olho cada um desses mimos, realmente como uma forma de demonstrar amizade, e eu os aceito de coração alegre. E quando nomeio, faço da mesma maneira: querendo transmitir o meu carinho e amizade, o meu apreço por cada ser humano que se esconde por detrás das palavras deixadas em cada espaço. Seres humanos, que todos sabemos, com qualidades e defeitos, com fomes que só eles próprios o sabem (quando sabem)... Sei que os motivos de se estar aqui são muitos, mas para mim, não há nada maior do que o carinho que recebo de cada um dos meus amigos. E por isso, nomear 10 pessoas (blogs) realmente se torna muito difícil, porque gostaria de oferecê-los a cada um que em algum momento já me  reanimou, já me fez sorrir, já me fez sentir importante de alguma maneira. No meio de tanta gente que visito e gosto, acabo sempre nomeando aqueles que se fazem mais presentes, ou se fazem presentes de maneira especial. Por isso nomeio os amigos abaixo, mesmo sabendo que alguns deles não levarão os presentes para os seus blogs. Mas o que me importa , é dizer a cada um, que os tenho como amigos.

À IN, agradeço a singeleza da oferta do fundo do coração. E digo que o carinho, a vontade de ser amigo de alguém, não é planta que precisa de muito tempo para germinar. Basta o “voltar-se” para o outro com o coração aberto. É assim que tento sempre estar.

Nomeio:

-  CINDA PEREIRA

JOÃO SOUSA

-   V.A.D
GENNY
TERES
DHYANA
publicado por emanuela às 03:02 | link do post

Alguma informação sobre esta data? Tem alguma relevancia histórica? Agradeço informações !

publicado por emanuela às 18:07 | link do post
sinto-me:

É aqui que me encontro... que falo o que me vai no mais fundo da alma, o que tenho vontade realmente. Aqui é o lugar onde de fato sou. E faz tanto tempo que não tenho sido...Há tanto tempo que me escondo até de mim mesma. Hoje me revi um pouco. Reencontrei um pouco da emoçaõ de ser o que sou. E de manter viva, mas não em carne viva! (EManuela)

publicado por emanuela às 22:55 | link do post
publicado por emanuela às 00:50 | link do post

Chegamos a pontos extremos em que já não toleramos quaisquer palavras que não nos tragam luz.Não acolhemos quaisquer sorrisos que não sejam corretos, que não dimanem alegria e bondade verdadeiros. Não aceitamos mais caricaturas de sorrisos em faces endurecidas pela maldade. Chegamos a estes pontos, em que preferimos a solidão à ter que fingir qualquer sentimento, mentir qualquer palavra,ou sorrir por mera obrigação. Já não toleramos a escuridão de nenhuma forma ou a escuridão disforme. Queremos que a Luz volte a brilhar sobre o mundo, que a bondade seja em maior escala do que toda destruição que nos rodeia...Queremos reencontrar a paz de sorrisos e de olhares repletos de verdades.Queremos o sentimento real e forte! Queremos o direito de sonhar e de sermos capazes de realizar sonhos. Queremos, desesperadamente um pouco de esperança! (Emanuela - 07.12.2009) (re-publicado)

publicado por emanuela às 13:28 | link do post

Muitas vezes acho que sou louca, mas quando olho em volta e observo o mundo acabo por me achar tão normal...

publicado por emanuela às 14:16 | link do post

Queria dizer tanta coisa, mas ante a dificuldade de expressão em que me encontro, melhor mesmo é ficar calada!

publicado por emanuela às 18:47 | link do post

Apaixone-se definitivamente pelo seu sonho:

o sonho de ninguém deve ser mais apaixonante que o seu.

Apaixone-se pelo seu talento, mesmo que seu senso crítico

 insista para você escolher realizar outras coisas, mais "convenientes".

Apaixone-se mais pela viagem do que pela chegada a seu destino,

a primeira é garantida...

Apaixone-se pelo seu corpo, mesmo que ele esteja fora de forma,

 pois de "qualquer forma" ele é a única casa que você possui.

Desapaixone-se de seus medos... Eles minam sua alegria de viver.

Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas,

 ninguém pode tirá-las de dentro de você

e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor.

Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis

que passam por sua mente entre um e outro momento de estresse,

 eles ajudam a sobreviver.

Apaixone-se pelo sol: ele é fiel, gratuito,

absolutamente disponível e dá prazer.

Apaixone-se por alguém,

 não espere alguém se apaixonar antes por você,

só por garantia e segurança.

Apaixone-se pelo seu projeto de vida,

acredite, não dá certo fazer isto a dois.

Apaixone-se pela dança da vida

que está sempre em movimento dentro da gente,

mas que, por defesa nós teimamos em algemar.

Apaixone-se mais pelo significado das coisas que você conquistar

 do que pelo seu valor material.

Apaixone-se por suas idéias,

mesmo que tenham dito que elas não serviam pra nada.

Apaixone-se por seus pontos fortes,

mesmo que os pontos fracos insistam

 em ficar em alto relevo no seu cérebro.

Apaixone-se pela idéia de ser verdadeiramente feliz,

felicidade encontra-se de sobra nas prateleiras de seus recursos interiores.

Apaixone-se pela música que você pode ser para alguém...

Apaixone-se por ser humano!

Apaixone-se definitivamente por você!

Apaixone-se rápido!

O poder de decisão só pertence a você! (desconheço o autor)

 

publicado por emanuela às 14:25 | link do post
sinto-me:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
comentários recentes
Emanuela é com muito carinho que recebo os teus "m...
Oi Genny, que bom rever-te por aqui! Tenho saudade...
Olá Emanuela!Fico muito agradecida pelo carinho de...
Parece que já somos DUAS... tenho desses momentos ...
Pois... não sei o que passa. Não consigo ler, nem ...
Obrigada, Beto. Eu, no momento não posso dizer o m...
eu também acho... aliás, sempre digo que "se me ac...
Bom, esta parte "gênio" ainda não encontrei, mas a...
Como te entendo, amiga!Estou assim também!beijinho...
olá emanuela...mesmo após tanto tempo sem nos fala...
Posts mais comentados
27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
23 comentários
23 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
Fevereiro 2011

contador visitante
subscrever feeds
blogs SAPO